A sonata para guitarra na Viena de Beethoven e Schubert

A sonata para guitarra na Viena de Beethoven e Schubert

Marcos Pablo Dalmacio

O primeiro livro que trata de forma completa as sonatas para guitarra que foram escritas em Viena durante a época em que Beethoven e Schubert, os grandes ícones do período, ali viveram e trabalharam. 
Que tipo de música de escutava e interpretava nos salões e nos teatros? 
Como se inseria a guitarra nesse contexto?
Quais eram os interesses dos compositores guitarristas?
Porquê as sonatas para guitarra que se escreveram em Viena foram produzidas num lapso assombrosamente curto de 6 anos? 
Estas perguntas e muitas outras são respondidas através das páginas deste livro.

Prefacio de Fabio Zanon

Tamanho do arquivo: 18 MB
Número de páginas: 400 páginas

Página web do livro com materiais gratuitos extra

La sonata para guitarra en Viena

Fabio Zanon
Fabio Zanon

"O livro de Dalmacio merece a mais profunda atenção dos estudiosos."

100% seguro
Privacidade Sua informação 100% segura
Compra segura Ambiente seguro e autenticado
Conteúdo aprovado 100% revisado e aprovado
100% Privacidad

Sobre o Autor

Multi-instrumentista e compositor, desde cedo mostrou interesse por diversos aspectos da prática musical, o que o levou a dedicar-se com igual afinco ao violão, violino e viola, composição, pesquisa musicológica, regência e à interpretação de música antiga com instrumentos de época (alaúde, vihuela, guitarra renascentista, guitarra barroca, guitarra clássico-romântica e mandolina). Tem se apresentado em concertos, masterclass e palestras na Argentina, Uruguai, Paraguai, Peru, Espanha, Portugal, França e em numerosas regiões do Brasil. É formado na Argentina e pós-graduado no Brasil, tendo recebido bolsas de estudo destes países e da Espanha para ampliar seus conhecimentos.
Marcos Pablo Dalmacio conta com um repertório que inclui desde peças da renascença interpretadas na vihuela, na guitarra renascentista e no alaúde, até estreias de obras recentes para violão e orquestra e registrou parte deste repertório em quatro trabalhos discográficos. Ativo também como compositor, conta com várias obras estreadas, desde solos instrumentais, passando por obras de música de câmara até composições para coro e orquestra, com estreias e interpretações no Brasil, Argentina, Uruguai e nos Estados Unidos. 
Dalmacio é Diretor Artístico e violinista da Orquestra de Cordas da Ilha (Florianópolis/Santa Catarina) com a qual realizam concertos em numerosas cidades, apresentando sempre programas que incluem primeiras audições no Brasil de obras de diversas épocas.